Imagem capa - UM SÍMBOLO QUE EXPRESSA MAIS DO QUE SIMPLES TRAÇOS por Juliano Gil
Notícias

UM SÍMBOLO QUE EXPRESSA MAIS DO QUE SIMPLES TRAÇOS

Há algum tempo encomendei a criação da Identidade Visual que representa a marca Juliano Gil. Simples, não é mesmo? Mas não foi uma tarefa muito fácil, pois queria algo que fosse com designe simples, consistente e que carregasse informações que refletem a maneira que eu vejo mundo.


Em reunião com o designer lhe informei as minhas principais características, como a minha busca pela simetria, uma "pitadinha" de Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), minha formação em ciências exatas, que me objetiva a ser cauteloso calculista, seja na criação de um projeto ou até mesmo na hora de fazer uma foto, me baseio muito na lógica, etc...


Com estas informações repassadas e muitas conversas recebi alguns esboços de como poderia ser a Identidade Visual, sendo cada uma criada respeitando minhas características. O criador se apoiou em fundamentos complexos e que explicam situações naturais, como a sequência de Fibonacci, que aparece no desenho da concha de um caramujo, na calda contraída de um camaleão, o arranjo das sementes na flor de Girassol, entre muitas outras situações.


Calma! não vou lhe dar uma aula de física, mas preciso explicar brevemente o que é a sequência de Fibonacci. Bom, de acordo com a publicação da revista digital Super Interessante, de 26 de julho de 2018, a sequência de Fibonacci é uma sucessão de números que, misteriosamente, aparece em muitos fenômenos da natureza. Descrita no final do século 12 pelo italiano Leonardo Fibonacci, ela é infinita e começa com 0 e 1. Os números seguintes são sempre a soma dos dois números anteriores. Iniciando em 0 e 1, faz-se a seguinte conta: 0 + 1 = 1, então o primeiro quadrado tem valor 1. Seguindo a construção do quadrado ao lado, faz-se a seguinte conta: 1 + 0 (ou seja, o número encontrado, 1, somado ao número anterior, que era 0), o resultado também é 1. Então o segundo quadrado vale 1 também. Continuando, faz-se a soma de (valor do último quadrado encontrado) com o valor do quadrado anterior (que também é 1), então o resultado do próximo quadrado é 2 (quadrado rosa da figura abaixo). Para construir o próximo quadrado, faz-se a soma do quadrado atual (que vale 2) com o anterior (que vale 1), então temos o próximo quadrado valendo 3 (quadrado roxo-claro), e assim segue a sequência. Portanto, depois de 0 e 1, os números são 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34…  (SIM, EU AMO MATEMÁTICA!)




Pois bem, essa explicação de Fibonacci foi feita para fortalecer a explicação da criação da Identidade Visual. O designer utilizou a espiral de Fibonacci para construir o desenho! Notem na figura abaixo que dentro dos quadrados que representam os números da sequência de Fibonacci foram construídos círculos, que representam a perfeição. Estes círculos foram isolados e sobrepostos. Cada círculo tem um tamanho, seguindo a lógica da sequência Fibonacci.


Mas as "coincidências" não param por aí, pois à partir destes círculos o designer teve a sensibilidade de se preocupar com outras características minhas, como a sensibilidade do meu olhar e a importância de inserir minha identidade no símbolo. Para isso ele buscou representar o desenho de um olho e simbolicamente os traços da digital do polegar.


Eu já estava muito satisfeito e surpreso com esse resultado, mas quando o designer me explicou que usou a matemática para organizar o desenho final, eu fiquei simplesmente maravilhado! Lembra das letras A, B, C, D, E e F que representaram o diâmetro de cada círculo construído à partir dos quadrados lá da sequência de Fibonacci? Então, olha a maravilha da lógica representada na arte concluída! O espaçamento, altura da fonte, tamanho da arte, tudo seguindo um padrão criado à partir de Fibonacci!


Agora tudo faz sentido, não é mesmo? E você, imaginava que o desenho "simples" da minha Identidade Visual carrega tantas informações referentes a mim? Pois é, realmente tudo na vida faz sentido...


O que VOCÊ  no desenho da minha Identidade Visual? Algumas pessoas já me disseram ter visto um olho, uma letra "G", entre muitas outras coisas. E é realmente esse o objetivo do desenho, não ser algo tão claro, mas que te faça interpretar vários significados.